Presidente Dilma, adota dieta hipocalórica de médico argentino

Dieta da DilmaPresidente Dilma, adotou o método de emagrecimento do médico argentino Máximo Ravenna que preconiza o consumo máximo de 1200 calorias/dia

Em entrevista à ‪Rádio CBN‬ me perguntaram… vale a pena Dra?

1) A baixíssima oferta calórica recomendada (800 a 1200Kcal/dia) desconsidera sexo, idade, nível de atividade física, intensidade do exercício etc de quem faz; além disso, quando se come pouco fazendo exercício físico haverá fraqueza, perda de massa magra, queda do desempenho, baixa adesão ao processo! Consequência: recuperação rápida da perda de peso adquirida, abandono à dieta!
2) Segundo a Sociedade Brasileira e Medicina do Esporte (2009) uma redução de 10 a 20% na ingestão calórica total já promove alterações na composição corporal, com redução de massa corporal de gordura, não induzindo fome e fadiga, como ocorre com dietas de muito baixo valor calórico (como o método Ravenna)
3) Dietas com a base principal em proteínas promovem a perda de peso mais rápido graças à perda de água (desidratação) que quando abandonadas, promovem a recuperação rápida do peso e ainda mais um pouco. Além disso, estimulam a compulsão por doces e carboidratos (se não tinha vontade de comer doces, passará a tê-los ao fazer esse tipo de dieta)!
4) Ainda que o método proponha o controle do índice glicêmico cortando pães e arroz, esse comportamento é insuficiente para garantir o sucesso do tratamento ou manutenção do peso perdido. Também não adianta manter o consumo de frutas e vegetais sem a combinação e horários corretos! Controlar o índice glicêmico envolve muitos mais aspectos que isso e um bom nutricionista pode oferecer mais combinações de alimentos ao longo do dia que garantam maior controle glicêmico e consequentemente resultados mais efetivos e duradouros no emagrecimento! Além de combinar certo os alimentos um nutri calculará suas necessidades energéticas de maneira a não restringir tantas calorias do dia e isso permitirá maior adesão, ou seja, mais tempo no processo de reeducação alimentar!
5) O melhor método ainda é o feito para você, que se encaixa ao seu bolso, à sua realidade que tenha obrigatoriamente a associação da atividade física com alimentação saudável! Mas atividade que dê prazer (não precisa ser a paga em uma academia, pode ser feita em casa, na praça, na rua, mas feita regularmente, com vontade e disciplina, de preferência orientada por um profissional de Ed. Física) e alimentação saudável feita em horários regulares, não necessariamente de “3 em 3 horas”, mas seja no seu trabalho ou em casa, feita com disciplina, levada de casa, planejada, seja os lanches ou a marmita, simples, lembre-se de como foi criado em sua infância (o velho e bom arroz com feijão, salada e carne magra; um sanduíche de queijo branco, nada de biscoitos, um iogurte natural com frutas, aveia)! Não estabeleça metas muito severas, comece aos poucos! Seja feliz, seja saudável, adote um estilo de vida para maior longevidade! Faça suas escolhas, mas escolhas duradouras não por um momento e sim para VIDA!

Sobre Dra. Janaina Goston

Dra. Janaina Goston, especialista em nutrição esportiva - Belo Horizonte Doutora em Saúde Pública (Faculdade Medicina UFMG), Mestre em Ciência de Alimentos (Faculdade Farmácia UFMG), Pós graduada em Fisiologia do Exercício (UVA-RJ)
Esta entrada foi publicada em Blog e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *