Água morna com limão em jejum…vale a pena?

 

limao

Se tá na moda, pega? Você acredita mesmo que água com limão em jejum é uma atitude determinante para sua saúde, emagrecimento, digestão etc???

Farei algumas considerações sobre o assunto… depois faça suas reflexões!

Dentre os inúmeros “milagres da nutrição”… água com limão está na boca do povo. Dentre as alegações atribuídas a tal conduta estão:

1. Eliminar resíduos e toxinas do corpo (Detox? hum sei não viu…)
2. Facilitar digestão (talvez)
3. Emagrecimento (pouco provável)
4. Imunidade (pode ser)

Nosso paladar é aguçado em especial quando o alimento está na boca. Mas sabemos da forte influência das características neurais e sensoriais sob os processos digestivos, dentre eles maior salivação ao pensarmos num alimento que gostamos muito e aversão ou repulsa àqueles que não gostamos. Também ao ouvir a grelha de uma carne na chapa, o estralo da abertura de uma latinha e o som da bebida caindo no copo etc. Não diferente, o limão só de lembrarmos do seu gosto azedo e cítrico já nos faz salivar mais. Isso pode contribuir então para que o estômago aumente a produção de secreções gástricas o que poderia acarretar em melhora da digestão (mas se estiver em jejum, não terá o que digerir, certo? Pouco provável desse efeito perdurar até o almoço a não ser que passe a tomar a bebida minutos antes). Se quer ter melhora da digestão porque não fazer o recomendado de comer pouco e fracionado ao longo do dia a ponto dessa conduta favorecer sua digestão? Será que precisa mesmo tomar a tal água com limão cedo do dia para ter melhor digestão se mantiver um estilo de vida saudável???

Ah está tomando a água de limão esperando seu efeito detox? Como já falado em outro post aqui do meu blog, defensores de dietas “detox” dizem que determinados comportamentos dietéticos (p.ex.: tirar glúten, lactose, comer as sementes e farinhas mais inusitadas, caras e difíceis de achar da face da terra, e tomar água de limão em jejum) são atitudes que podem “limpar” seu corpo das “toxinas” que vão se acumulando quando comemos errados. Gostaria muito que esses profissionais nomeassem essas toxinas??? Já viram a divulgação das mesmas em alguma fonte científica confiável? Quem é viciado em drogas por exemplo, de fato precisa passar por um tratamento para “desintoxicar” o organismo, ou seja, receber um tratamento que o torne gradualmente menos dependente. É assim que o termo “detox” pode ser chamado na medicina convencional! Diferente, o que tem ocorrido hoje nessa lamentável forma de se “vender” a nutrição (nutrição do impossível, do caro, do sofrer, do que o outro faz ser melhor etc) é te fazer acreditar que sempre haverá algo que sozinho resolva mais rápido o que está buscando. Assim bastam alguns dias de água com limão ou sucos detox que seu corpo se purificará dos excessos ou orgias alimentares cometidas no fim de semana ou na vida! Aí termos/nomes difíceis e bonitos de falar “pipocam” na mídia informal dentre eles, “fit”, “detox”, “funcional” (ainda que não exista essa especialidade “nutricionista funcional” na nutrição). Aprenda: TODO nutricionista trabalha com alimentos funcionais que segundo a portaria 398 de 30 de abril de 1999 da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde no Brasil são “alimentos ou ingredientes que além das suas funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta atual, produz efeitos metabólicos e/ou fisiológicos, benéficos à saúde devendo ser seguro para consumo sem necessidade de supervisão médica”. Assim se fizer uma dieta com um bom nutri é certo que terá em sua alimentação fibras alimentares (presentes nas aveias e cereais integrais), ácidos graxos essenciais que não produzimos pelo corpo por isso devem ser consumidos diariamente pela dieta ou suplementos (p.ex. omega 3 dos peixes, linhaça, chia), os antioxidantes presentes inclusive no limão, outras frutas e vegetais que precisam ter seu consumo diário e variado justamente porque têm ação importante no combate aos radicais livres do corpo. Os probióticos tão importantes ao funcionamento intestinal e imunidade. Todos são alimentos funcionais! Não haverá um só alimento, fruta ou apenas um antioxidante dos vegetais que sozinhos determinarão mais resultado que outros porque o que vai contar é o conjunto, variação e combinação certa de todos em nossa alimentação diária. Pela ASBRAN (Associação Brasileira de Nutrição), instituição que congrega profissionais da área de nutrição no país determina as áreas e concede títulos de especialista ao profissional seja por comprovação de atuação na área pleiteada, mérito ou obtenção do título por prova em alimentação coletiva, nutrição clínica, saúde coletiva e/ou nutrição em esportes (este último é um título cuja Asbran me concedeu por mérito e comprovação de ampla atuação na área esportiva).

O problema dos modismos em nutrição são as frustrações quando você cai em si que aquela mudança radical não te levou a lugar algum. Ou que tal estratégia só te fez gastar mais tempo ou dinheiro e não te promoveu uma mudança de estilo de vida sustentável. Água morna com limão é um recurso fácil e barato, ou seja, não te trás qualquer impedimento para realizá-lo, mas há que se pensar até que ponto está fazendo uma grande diferença em sua saúde e corpo! Talvez o mais interessante seria você tomar água com limão porque acha saboroso, ou porque te ajudaria a ingerir mais água no dia, ou porque você não quer sentir o gosto insípido,inodoro da água e por isso espreme meio limão etc. O limão é uma fruta barata, rica em vitamina C (por isso pode sim influenciar no nosso sistema imune o fortalecendo) mas longe de ser uma fruta exclusiva nesta vitamina ou propriedade antioxidante. Goiaba, acerola, laranja e outras também são ricas no ácido ascórbico!

Se a água com limão deve ser tomada morna ou fria… recomendaria a gelada se p.ex. deseja que seu corpo gaste mais energia (o que não quer dizer que vai oxidar mais gordura, pois entre mobilizar gordura e oxidá-la há inúmeros complexos processos que te levariam a emagrecimento real). Nosso corpo mantem temperatura normal em torno de 36graus, logo ao ingerir algo gelado, trata de tentar se esforçar gastando mais energia para que a temperatura retorne ao normal. Então não entendo qual o motivo real de se esquentar a água para o consumo da tal mistura água com limão!

Vamos destacar que se água com limão emagrecesse mesmo, mais da metade da população mundial não estaria acima do peso ou obesa! Emagrecimento é resultado do maior gasto e menor ingestão alimentar. Ao invés de acreditar num método rápido porque não encarar com regularidade os exercícios físicos, a alimentação saudável, sustentável à sua rotina de trabalho, estudos, treinos e para sua vida?

Impressiono-me como ao fazer uma busca rápida na mídia informal, (p.ex. no Google) há milhões de publicações recomendando o consumo da tal água com limão em jejum e lamentavelmente até colegas nutris estão difundindo tal hábito! Por outro lado, ao fazer esta mesma pesquisa nos sites de busca científicas mundiais NADA justifica as alegações para seu consumo! Não ter estudos que mostrem tal conduta é fator suficiente para não adotar tal hábito. Mas se você mesmo assim acreditar que possa estar te fazendo bem ou alguém lhe disser que após o consumo passou a emagrecer, não gripar etc pergunte-se quais outros fatores do estilo de vida saudável também estão contribuindo para as mudanças? Certamente ao adotar uma mudança ou nova atitude alimentar, consequentemente mudamos outros fatores: você passa a se manter mais ativo, evita consumo de doces, bebidas, dorme melhor e quem ganha o mérito pelos resultados alcançados? A tal da água com limão, ou o suplemento “x”, a semente “y” etc. O principal, que é seu esforço e o tempo, às vezes sequer é levado em conta.

Caso você tenha adotado o hábito da água com limão e acredita verdadeiramente que pode estar te ajudando, não precisa parar! O hábito é saudável (e também o seria se fosse usado umas gotas da laranja p.ex.)! O limão é pouco calórico, rico em antioxidantes e sem sombra de dúvida alguma melhor que qualquer suco em pó artificial que antes podia estar fazendo parte da sua vida! Se por outro lado, água com limão é algo que passou a adotar de maneira sacrificante… pare e pense se está valendo a pena ou se não seria melhor rever outros fatores do seu estilo de vida que de fato contribuiriam para melhora da sua saúde, composição corporal e qualidade de vida. As vezes parar de fumar, ingerir menos bebida alcoólica na semana, doces, frituras, alimentos industrializados, manter a regularidade, iniciar ou aumentar a prática de exercícios, rever a dieta como um todo serão fatores muito mais determinantes para os objetivos que deseja alcançar. Pense nisso e seja feliz!

Dra. Janaina Goston

Nota: este foi assunto do quadro Alimentação Saudável da radio CBN (ouça os audios deste e outros programas)

Mídia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ˆ Back To Top