PENSAMENTOS, EMOÇÕES & COMPORTAMENTOS

DIVIDIR AS TAREFAS EM CASA (DOMÉSTICAS, DE EXERCÍCIOS, DOS ESTUDOS, DA ALIMENTAÇÃO, FINANCEIRO ETC), ESTABELECER NOVOS HORÁRIOS, CRIAR UMA NOVA ROTINA…

Em meio ao isolamento social seguimos com muuuuitos pensamentos! Pessimistas? Sim, diante do caos escancarado aos olhos, ouvidos e até no tato (totalmente suspenso)! Por outro lado, otimistas? Te(re)mos que ser! Se não acreditarmos na “luz do fim do túnel” a vida não tem sentido! Eu acredito! Eu confio! Nós conseguiremos!

As emoções estão flutuantes e ao mesmo tempo confusas o que nos força, neste novo cenário, a mudar! Mudar a rotina e consequentemente nossos comportamentos. Toda mudança, por mínima que seja, gera resistência. Pense quando teve que mudar seu colchão da cama, o horário de uma reunião, que dirá a vida, no contexto atual, de uma semana para outra! A alimentação, acompanha esse processo. Em meio a grande vulnerabilidade do corpo gostaríamos de ter um ou mais nutrientes (de preferência em cápsula) que pudessem nos deixar mais protegidos. Por isso você vira alvo fácil de aproveitadores que compartilham (des)informações que te deixam em dúvida e até mais vulneráveis! Sem dúvida comer bem como parte de um estilo de vida impactará positivamente em como vamos passar e superar a COVID-19. Para alguns será inevitável! Mas se fizer sua parte é mais garantido passar imune! Perder o direito de “ir e vir” é necessário! Aí entra a necessidade de se estabelecer UMA NOVA ROTINA.

O que recomendo na alimentação? As mesmas de sempre: manter alimentação variada, de preferência com a presença de alimentos in natura ou minimamente processados, em quantidades suficientes (não restrita), adequadas ao seu corpo e ao novo gasto de energia (por isso não ouse parar e esperar a crise passar, ela vai demorar certamente pelo menos 2 meses! Vai ficar esperando até quando para se reorganizar nos treinos e na dieta em casa? Manter-se constantemente ativo é manter a sanidade mental! Converse com seu professor de ed. Física para adequações ou contrate um plano de treinos em casa! Precisamos ter o que seguir!); Estabelecer um checklist de tarefas prioritárias é fundamental e alimentação deve fazer parte dela! Ficar solto sem saber como organizar sua rotina alimentar pode impactar e muito em sua saúde e no seu corpo. E quando a pandemia passar, você dirá: “nossa porque não investi enquanto tive tempo em casa… agora meu trabalho é demasiado pois preciso recuperar o fôlego financeiro e esta será a nova prioridade, então cuide-se agora!).

Em casa estabeleça horários para arrumação, a organização do café, almoço, jantar e pequenos lanches, o “home office” com hora para início e fim; os estudos (seja com as crianças ou aquilo que  estava sendo impossível antes, retome-o ou opte por um filme, voltar a tocar um instrumento, dançar), enfim cada um terá o seu momento de refletir sobre suas prioridades nesse novo cenário.

Estabeleci alguns itens prioritários da DIETA que podem te auxiliar a dar o ponta pé inicial em quarentena: – Fazer a sua lista de compras! Se os alimentos da lista da casa são diferentes entre as pessoas organize-se para cumprir o que estava previsto em sua dieta (provavelmente a nutricionista adequou sua alimentação às suas preferências)! Se quer descobrir quanto e como combinar os alimentos faça contato comigo http://janainagoston.com/contato/! Comece já e comprometa-se em cumprir as metas seja nos próximos 7, 15 ou 30 dias! Hello…. este “novo cenário” vai ser demorado! É bom lembrar-lhe disso! Seu corpo, sua empresa!

– Recomendo adotar alimentação única para todos em especial nas grandes refeições (ovos, carnes, arroz, feijão, vegetais) e os pequenos lanches cada um escolher os seus (p.ex.: uns escolherão iogurtes, outros farão shakes, ou café com torrada ou uma porção de castanhas na salada de fruta etc.);  A definição das calorias diárias necessita da intervenção individualizada pois inclui saber como e se manterá ativo, sua idade, gênero, quem e como pretende preparar suas refeições entre outros (um nutricionista quem pode determinar isso para planejar sua dieta);

Lembrar que além das recomendações sanitárias das mãos, é necessário atenção à higienização dos alimentos, utensílios de preparo em casa, bancadas etc; Exercite suas habilidades culinárias (a intenção não é fazer nada “chique” ou trabalhoso, mas invista na melhor apresentação que puder, afinal você merece!) Use as louças que são destinadas às visitas, pois você merece! Não coma em pé! Ponha a mesa! Tente estabelecer uma meta ou desafio pessoal (comer alimentos que sempre teve dificuldade pela correria mas agora seria possível porque são importantes e tem tempo. Coma uma fruta que não tinha há tempos no menu porque exige lavar, descascar e/ou picar (p.ex.: mamão, melancia, uvas, manga)…você está em casa, lembra? e começará a ver que na verdade nem gasta tanto seu tempo assim; estabeleça metas na ingestão da água: será que não cabem um ou dois copos a mais no dia? Experimente fazer mais variedades de carnes (peixes seriam bem vindos?); que tal incrementar o prato da salada com mais cores provenientes de vegetais crus, ora cozidos, assados ou grelhados? Reinvente-se! Não se atenha em receitas, mas nos alimentos que podem virar um lindo prato! Isso despertará o prazer em repetir a dose.

Estabeleça um planejamento das suas prioridades nesse momento. A seguir um exemplo de como pode (re)pensar um novo cenário para você:

checklist de metas

Publicado por

Dra. Janaina Goston

Dra. Janaina Goston, especialista em nutrição esportiva - Belo Horizonte Doutora em Saúde Pública (Faculdade Medicina UFMG), Mestre em Ciência de Alimentos (Faculdade Farmácia UFMG), Pós graduada em Fisiologia do Exercício (UVA-RJ)